01 dezembro 2005

De volta e em pique total...




Na foto acima no teatro da Marquise em Juazeiro do Norte.


Amigos, voltamos da Mostra Cariri e já estamos no clima para a pré-estréia do espetáculo "Calendário para Ocas Histórias". Vale salientar que nossa viagem pro Ceará foi no mínimo um aprendizado. Chegamos a conclusão mesmo sendo um grande evento teatral do nordeste, faltou algo a mais. Tudo deu certo, mas tívemos algumas dificuldades, desde a nossa chegada, permanência bem como o espaço definido pela organização da Mostra para a apresentação do nosso espetáculo. Ficamos hospedados em Juazeiro do Norte e o melhor da Mostra ficou na cidade do Crato, não só pelos espaços onde aconteciam os espetáculo que foram distribuídos pelas praças e pelos teatros e espaços alternativos da cidade, mas principalmente pelo trânsito fácil nessa cidade. Já em Juazeiro, ficamos meio que isolados e lá se deslocar não era tão fácil, pois não havia transporte após as 10 horas da noite. Havia sim um ônibus cedido pela Mostra que saía de Crato por volta das 03 da manhã após as noitadas no Tennis Club, localizado na mesma cidade onde havia uma balada pra fechar a noite.

Uma das coisas que foi bem bacana foi o workshop que ministramos. Encontramos com uma galera bem legal e muito interessada que aproveitou bem nossa proposta.

O espetáculo Molloy foi apresentado duas vezes, uma no Teatro Marquise Branca na cidade de Juazeiro do Norte, um teatrinho muito charmoso e que já recebeu grandes artistas. Foi realmente muito bom se apresentar lá. Já em Crato, fizemos no ginásio de esporte do SESC de lá e na verdade tivemos a certeza que houve um desacordo com a proposta que enviamos para a organização da Mostra. O espaço não favoreceu nossa montagem e o público que superlotou as arquibancadas e até o chão em algumas cenas não conseguia vizualizar os objetos e a ação.

De qualquer forma, valeu pela troca e o intercâmbio com os poucos artistas que conseguimos conhecer e trocar figurinhas, dentre os quais, destacamos o Paulo da cia. Trip de Bonecos do Rio Grande do Sul. Este sujeito além de ser uma simpatia, ministrou um workshop sobre confecção de bonecos gigantes maravilhosa. Outra coisa foi a montagem "O ladrão de calcinhas" uma montagem caprichada de teatro de bonecos, cuja confecção de cenários e bonecos foi feita pelo Paulo. Trabalho de primeira.

Enfim... acho que é isso.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home