28 maio 2006

Faz tempo que não passo por aqui.

Desculpem-nos, mas faz tempo e não postei mais. Uma correria enorme. Os três integrantes resolveram tocar uns projetos individuais que estavam nos perseguindo há um tempão.

Estive na semana passada participando como produtor do projeto promovido pela Fundação Belgo de Minas Gerais da divulgação do Prêmio Belgo de Meio Ambiente que é uma ação bem bacana junto as escolas mineiras onde essa fundação contrata um espetáculo de teatro para enfatizar a importância das crianças participarem. Dessa forma, produzi um espetáculo infantil exclusivamente para o prêmio. Acompanhei os primeiros dias e deixei o elenco por lá, pois são 60 apresentações e elas terminarão apenas no dia 02 de junho. Estou também ministrando oficinas neste semestre. Duas são voltadas ao estudo do figurino no teatro e estão acontecendo na Oficina Cultural Amácio Mazzaropi e na Oficina Luís Gonzaga em São Miguel (zona leste). Longe pra cacete. Também estou com um grupo de terceira idade que não consigo deixá-los, são gente boníssima e que estão ensaiando um novo espetáculo.

Lili também deu um tempo para poder tocar seus projetos pessoais. Entrou numa batelada de oficinas. Foi estudar performance, voz e Tadeuz Kantor. No mês de junho realizará uma série de apresentações das performance que há muito tempo está gestando. Fará também algumas intervenções na Avenida Paulista para estruturar melhor o conceito deste trabalho. Duas datas já estão definidas: dia 19 e 26 de junho. Falta o horário, mas logo divulgaremos melhor.

Andréa também está empenhada no desenvolvimento do seu mestrado junto ao Núcleo de Subjetividade da PUC. Tem organizado nosso material de trabalho que servirá como suporte para alguns capítulos de sua dissertação. Na semana passada ministrou aula na Universidade São Camilo sobre teatro. Paralelamente está fundamentando uma proposta para esse semestre também atuar em algumas experiência que a cia. fará.

Bem... é isso.

O grupo retoma o espetáculo Molloy que reestréia em agosto no VIGA ESPAÇO CÊNICO e também volta a sala de ensaio com o espetáculo Calendário para Ocas Histórias. Vamos retomá-lo, mas antes vamos mexer um pouco mais, melhorá-lo talvez, pensar novos espaço para acomodá-lo.

Em relação a performance da Lili, esta semana já divulgaremos.

Um abraço.








0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home